Campanha por mais contratações deve ser intensificada

45

Prorrogada até fevereiro de 2008 a campanha “Mais empregados para a Caixa – Mais Caixa para o Brasil”, por decisão do Conselho Deliberativo Nacional (CDN) da Fenae, que esteve reunido no início de dezembro em Brasília (DF). As entidades sindicais e associativas de todo o País devem intensificar e ampliar a pressão sobre o banco e órgãos governamentais, buscando envolver cada vez mais efetivamente os empregados da Caixa, os movimentos sociais e a população em geral.


Neste momento, as prioridades são os diagnósticos por segmentos a ser feitos pelas Apcefs e a coleta de adesões ao abaixo-assinado por mais contratações na Caixa. É fundamental que os próprios empregados sejam incentivados a colher assinaturas em suas unidades, junto a clientes, familiares, vizinhos, amigos etc.


É preciso também ampliar, o máximo possível, a divulgação da campanha. A orientação é para que os empregados de todo o Brasil passem a ostentar a camiseta do movimento por mais contratações. Para ajudar nesse trabalho, a Fenae criou uma loja virtual com vistas a atender a todos que desejarem adquirí-la. Para fazer o pedido, basta entrar no site http://loja.fenae.org.br e seguir os passos indicados para a compra. A camiseta custa R$ 7,00 e está disponível nas cores azul, branca e laranja.


Um dos objetivos dessa campanha é mostrar à sociedade que, com mais empregados, a Caixa servirá melhor o Brasil de todos. Para isso a proposta é para que a Caixa adote, de forma emergencial, estratégia para elevar seu quadro de pessoal ao patamar mínimo de 100 mil empregados concursados, contingente ao qual deverão ser somados os cerca de 12 mil estagiários e os 3,5 mil menores-aprendizes hoje existentes.


A campanha é uma iniciativa da Fenae, das Apcefs, da Contraf/CUT e dos sindicatos de bancários.