Ceará já registra 11 mortes em decorrência de ataques a bancos em 2013

7


Com a morte de um policial militar em um confronto com assaltantes que explodiram um posto avançado do Bradesco em Ararendá, durante a madrugada do dia 11/12, o Sindicato dos Bancários do Ceará já registra 11 mortes em 2013 por ocasião de ataques a bancos. Destes, cinco eram assaltantes, um refém, duas eram vítimas de saidinha, um vigilante e dois policiais. Ao todo, o Sindicato registrou até a última semana 138 ataques no Estado, oito só na primeira quinzena de dezembro.


Apenas neste mesmo dia 11/12 foram registrados três ataques. Em Ocara (101 km de Fortaleza), cerca de dez indivíduos invadiram a agência do BB no município. Antes, os bandidos abordaram um grupo de quatro pessoas que estavam num posto de gasolina usando-os como reféns. Eles foram obrigados a colocar um cofre dentro da carroceria de um carro. Estima-se que cerca de R$ 250 mil foram levados pelos bandidos.


Em seguida, um outro grupo, formado por cerca de sete homens, invadiu um posto avançado do Bradesco em Ararendá (333 km de Fortaleza), explodindo a unidade. Na fuga, eles entraram em confronto direto com a polícia e um policial militar foi ferido na coxa. Socorrido para o hospital, ele não resistiu aos ferimentos e morreu.


Em Fortaleza, bandidos invadem autoatendimento – No mesmo dia, por volta de 8h da manhã, um trio armado invadiu o autoatendimento da agência do Banco do Brasil na Avenida Washington Soares. O trio abordou o gerente assim que ele chegou para trabalhar. Mais dois funcionários do banco e cinco clientes estavam na agência no momento da ação dos criminosos. Impossibilitados de ter acesso ao cofre da agência, os bandidos roubaram apenas os pertences dos clientes e bancários e levaram três armas dos vigilantes da agência.


Tão logo soube do acontecido, o Sindicato dos Bancários do Ceará, representado pelos diretores Marcos Saraiva e Bosco Mota, compareceram à unidade para dar apoio e orientação aos bancários. Em reunião com representantes da direção do BB e da Cassi, o Sindicato garantiu o fechamento da unidade durante todo o dia, funcionando apenas internamente. As atividades para o público foram retomadas no dia seguinte, 12/12.


Esse foi o 41º ataque a banco registrado em Fortaleza, após quase três meses sem qualquer ocorrência.


“Esse assalto na agência do BB da Washington Soares só reforça a nossa reivindicação por mais segurança, inclusive antes do autoatendimento, como portas com detectores de metal já nesse setor, além de câmeras com videomonitoramento 24h, dentro e fora da unidade. A proteção à vida das pessoas deve estar em primeiro lugar”, avaliou o diretor do Sindicato, Marcos Saraiva.


Confira as ocorrências que resultaram em mortes em 2013


DIA 08/03 – Assalto a carro forte no mercado São Sebastião: um vigilante e um assaltante mortos.


DIA 02/08 – Saidinha bancária: um policial morto.


DIA 12/09 – Saidinha bancária: as duas vítimas foram mortas.


DIA 15/10 – Saidinha bancária: morte de um assaltante.


DIA 04/12 – Arrombamento ao BB de Itarema: três assaltantes e um refém mortos.


DIA 11/12 – Arrombamento a posto do Bradesco em Ararendá: um policial morto.