CEE/Caixa se reúne para preparar “Dia Nacional de Mobilização”

16

Foto: FenaeApesar da rodada de negociações que ocorreria no dia 16/3 em Brasília ter sido cancelada, a Comissão Executiva dos Empregados (CEE/Caixa) se reunir no dia 15/3, na sede da Fenae. O objetivo do encontro foi preparar o Dia Nacional de Mobilização que será realizado em 27 de março, ocasião em que os sindicatos e demais entidades realizarão atividades em agências e unidades da Caixa pelo respeito à jornada de seis horas, pela isonomia para todos os empregados (novos e antigos) e pela contratação de pessoal.

A reunião retoma as discussões realizadas no encontro passado, quando a representação nacional dos empregados tratou de assuntos como aposentadoria, isonomia, horas extras, contratações de pessoal e novo estatuto da Funcef: temas considerados demandas emergenciais.

Os membros da CEE/Caixa se reuniram com o deputado federal Daniel Almeida (PCdoB/BA). Ele é um dos autores do projeto de lei 6.259/05, que estende aos novos funcionários dos bancos públicos federais – Caixa, Banco do Brasil, Banco do Nordeste/BNB e Banco da Amazônia/Basa – os mesmos direitos dos bancários antigos. O parlamentar no último dia 7/3, por solicitação da Confederação Nacional dos Trabalhadores do Ramo Financeiro (Contraf/CUT), encaminhou pedido à mesa da Câmara dos Deputados para o desarquivamento do projeto de lei da isonomia na atual legislatura, elaborado em co-autoria com o então deputado Inácio Arruda (PCdoB/CE), hoje senador.

“A união dos trabalhadores em prol dos nossos objetivos é fundamental na conquista do PCS”, afirma o presidente do Sindicato dos Bancários do Ceará, Marcos Saraiva