Centrais levam trabalhadores às ruas na Jornada Unificada de Lutas

17

Na sexta-feira, dia 14/8, a CUT e demais centrais sindicais fizeram manifestação em defesa do emprego, do salário e dos direitos, além da luta pela redução da jornada. Trabalhadores saíram às ruas para mostrar sua disposição de luta também por avanços em investimentos sociais e nas políticas públicas.

Em Fortaleza, a concentração aconteceu na Praça do Ferreira, depois percorreu várias ruas do Centro, fazendo paradas estratégicas, como no Bradesco da Senador Alencar, onde os bancários deram o tom da manifestação. Os bancários chamaram atenção para o mote da campanha salarial deste ano – “Bancos Abusam – Cadê a responsabilidade social?”


Os principais eixos da Jornada foram: a defesa do emprego, redução da jornada de trabalho sem redução salarial, defesa dos salários e dos direitos dos trabalhadores, além da ratificação das Convenções 151 e 158 da Organização Internacional do Trabalho (OIT), que regulamentam a negociação coletiva no serviço público e restringem a demissão imotivada dos trabalhadores.