Cerca de 15 mil manifestantes disseraMm Não Vai ter Golpe! Fora Cunha!

8


Não vai ter golpe! Fora Cunha! Foram as palavras de ordem da manifestação no dia 16/12, reunindo trabalhadores de várias categorias e entidades como CUT, CTB, Levante Popular, MST, Motu, Comunidades Indígenas, UNE, CONEN e MTST, em Fortaleza. Cerca de 15 mil manifestantes tomaram as ruas do Centro em defesa da democracia, pela retomada do desenvolvimento e contra a tentativa de golpe em curso no Brasil.


A caminhada partiu da Praça da Bandeira (Praça Clóvis Beviláqua) em direção a Praça da Sé, passando por várias ruas do Centro, sendo feitas falas dos representantes dos movimentos sindical, populares e estudantis. As bandeiras de luta são comuns: Defesa da democracia; Não vai ter golpe; Fora Cunha e por uma nova política econômica, contra o ajuste fiscal do ministro Levy.


O presidente do Sindicato dos Bancários do Ceará, Carlos Eduardo Bezerra, puxando as palavras de ordem à frente do ato, defendeu nova agenda pela retomada do crescimento econômico, defesa intransigente da democracia e manutenção do projeto popular eleito pela vontade soberana dos brasileiros. “Por isso, estaremos sempre nas ruas para dizer: Não vai ter golpe!”, ressaltou.


Mobilizações não terminam por aqui – As manifestações do dia 16/12 superaram em número de participantes as manifestações em favor do impeachment no dia 13; e confirmam que o povo brasileiro não quer a quebra da ordem democrática no Brasil. As mobilizações contra o golpe, em defesa da democracia, prosseguirão até que o processo de impeachment seja definitivamente enterrado.