Cine Ceará exibe mostra destinada a pessoas com deficiência

21

Engana-se quem pensa que o 19º Cine Ceará chegou ao fim. Para encerrar a edição deste ano, será realizada a I mostra “Ouço Porque Vejo, Vejo Porque Ouço”, dirigida a pessoas com deficiência auditiva e visual, que acontecerá entre os dias 10 e 14 de agosto, na Casa Amarela Eusélio Oliveira. Através de filmes com legendagem e audiodescrição, o festival inova ao levar a magia da sétima arte a um público muito especial.


No total, a mostra contará com sete produções com a tecnologia citada, dentre longas e curtas-metragens. A legenda para surdos é semelhante à de ouvintes. O único diferencial é que são identificados os personagens e os efeitos sonoros que não podem ser captados pela imagem. Já a audiodescrição é a tradução das imagens de um filme em palavras, em que são descritos os personagens, o ambiente e as ações para que a pessoa com deficiência visual possa acompanhar o filme juntamente com videntes e ouvintes.


De segunda a sexta-feira desta semana, sempre às 14h, poderão ser conferidas obras de qualidade do cinema nacional. Dentre elas, estão os documentários “O Homem que Engarrafava Nuvens” e “O Pequeno Burguês – Filosofia de Vida”, que retratam a trajetória pessoal e profissional de duas importantes figuras da música brasileira. Se o primeiro tem como personagem principal Humberto Teixeira, conhecido como o “Doutor do Baião” depois de sua parceria com Luiz Gonzaga, o segundo fala da vida e obra de Martinho da Vila.

SERVIÇO: Casa Amarela Eusélio Oliveira – Av. da Universidade, 2591, Benfica.