Clientes e bancários vivem caos na agência da Caixa em Icó

16


Denúncias de clientes e empregados da Caixa Econômica Federal chegaram ao Sindicato dos Bancários do Ceará e chamou a atenção as da agência em Icó, sobre a superlotação da unidade, sobre as precárias condições de trabalho e de atendimento. Naquela agência, segundo os denunciantes, o quadro é crônico de problemas que ampliam a insalubridade no ambiente de trabalho e compromete o serviço dos empregados.


O grande volume de clientes nas agências e o número insuficiente de bancários transformam a unidade em um verdadeiro caos. A agência da Caixa em Icó atende a esse e a mais sete municípios da região. A situação é tão caótica, que clientes desmaiam na unidade pelo calor excessivo, pois falta ar condicionado. Os empregados da agência são sobrecarregados de trabalho para resolver questões de interesse da população.


Segundo o diretor do SEEB/CE, Bosco Mota, “os bancários fazem um grande esforço no sentido de atender com rapidez, agilidade e qualidade as pessoas que aguardam na fila, mas é praticamente impossível oferecer essa qualidade diante das precárias condições de trabalho e do quadro insuficiente de empregados”, acrescenta. Também constataram essa situação os dirigentes do Sindicato, Rochael Almeida e Plauto Macedo.


A postura do Sindicato é de indignação e garante que vai denunciar a situação caótica da agência da Caixa em Icó à Superintendência Regional da Caixa e a todos os órgãos de fiscalização das atividades bancárias.