Colegas do Banco do Brasil exigem respeito

46

Os bancários do Banco do Brasil realizaram dia 12/3, uma série de protestos e paralisações em todo País em mais um Dia Nacional de Luta. O objetivo das manifestações foi exigir mais respeito com os funcionários. A atividade foi o primeiro passo da Campanha Nacional pela Valorização dos Empregados do BB, lançada pela Contraf-CUT e sindicatos na semana passada. O Sindicato do Ceará saiu na frente e dentro dessa campanha já realizou no último dia 5/3, manifestação no BB de Maracanaú cobrando do banco melhores condições de trabalho para os funcionários e de atendimento para a população.


Os bancários do BB querem denunciar os abusos cometidos pelo maior banco público do País e organizar as principais demandas dos trabalhadores para serem negociadas com a direção. A Contraf-CUT, juntamente com representantes das federações e Sindicatos decidiu lançá-la nacionalmente para ampliar a mobilização e resolver os problemas que são comuns para os bancários em qualquer parte do País.


Além dos protestos, a Contraf-CUT está organizando, dentro da Campanha, uma pesquisa com os funcionários do BB para abordar questões como substituições, horas-extras, assédio moral, saúde e condições de trabalho. Para responder a pesquisa não é necessário se identificar.