Coletivo de Mulheres defende maior inclusão e avanços na Campanha 2015

9


A Caravana do Coletivo de Mulheres Bancárias do Ceará, formada pelas diretoras do Sindicato dos Bancários do Ceará, prosseguiu na terça-feira, dia 18/8, com as visitas aos bancários do Interior do Estado.  Foram visitados Tabuleiro do Norte, Limoeiro do Norte e Russas. As dirigentes sindicais, além de apresentar a Secretaria de Igualdade e Diversidade, que é uma conquista das bancárias no nosso atual Estatuto, mobilizaram a categoria para a Campanha Nacional 2015, que tem como tema “Exploração não tem perdão”.  As dirigentes avaliam como positiva as visitas da Caravana.


Durante o percurso pelas agências, as diretoras Iêda Marques, Carmem Amélia, Carmen Araújo, Rita Ferreira, Marlucia Lima de Oliveira, Jannayna Lima reforçaram as reivindicações das mulheres nessa Campanha Nacional 2015, como garantias de direitos e salários iguais para igual função e valor, de acessibilidade para todos, isonomia de tratamento para homoafetivos, combate ao assédio moral e sexual e contratação mínima de 20% de afrodescendentes.


Ao todo foram visitadas 10 agências, do Banco do Brasil, Caixa Econômica Federal, Bradesco e Banco do Nordeste do Brasil, nos três municípios. As próximas visitas do Coletivo de Mulheres são às agências dos corredores bancários de Fortaleza e ao BNB no Passaré.


“Como as mulheres hoje representam cerca de 50% da categoria, o Coletivo de Mulheres quer dar uma visibilidade maior às demandas dessa parcela importante da categoria. Nós defendemos uma política verdadeiramente inclusiva, com o mesmo olhar para todos os bancários e bancárias, sejam com deficiências ou não, e independente de credo, etnia e orientação sexual. E lembrando, nós mulheres também estamos na luta geral da categoria”, disse Rita Ferreira, diretora da Secretaria de Igualdade e Diversidade.