Comissão Nacional entrega pauta específica com manifestações e muito humor

17

A Comissão Nacional dos Funcionários do BNB (CNFBNB/Contraf-CUT) entregou na quarta-feira, dia 22/8, ao presidente do banco, Roberto Smith, a pauta específica de reivindicações dos funcionários. A entrega foi feita no Passaré e contou com a presença da superintendente de Desenvolvimento Humano, Zilana Ribeiro e do chefe do gabinete da Presidência, Robério Gress. Entre as entidades, estavam presentes também o presidente da FETEC/NE, Lucius Fabiani, representantes de vá-rios sindicatos do Nordeste e pelo Comando Nacional dos Bancários, o presidente do SEEB/CE, Marcos Saraiva. Smith recebeu ainda a pauta de reivindicações entregue à Fenaban.


Antes da entrega, a Comissão realizou uma manifestação com apresentação de uma peça do grupo Trup Tramas de Teatro. Na ocasião, os sindicalistas convocaram o funcionalismo à mobilização para uma campanha nacional vitoriosa. “O BNB tem ficado atrás dos outros bancos públicos nas últimas campanhas e isso não pode acontecer. Mas só vamos conseguir reverter esse quadro com a mobilização de todos”, analisa Fabiani.


O coordenador da CNFBNB, Tomaz de Aquino, ressaltou a importância de o banco seguir a convenção a ser fechada com a Fenaban. “Vamos cobrar não só que o BNB siga a Fenaban, mas que realmente cumpra o que prometer. Além disso, vamos cobrar que o banco tenha assento na mesa de negociações da Campanha Nacional”, informou.


Após a entrega da pauta, a CNFBNB se reuniu com Zilana Ribeiro para apresentar algumas queixas do funcionalismo.


Quanto às promoções, o banco informou que a fase de análise dos recursos da lista divulgada encerra-se no dia 3/9. A expectativa é que as diferenças sejam pagas na folha de setembro. O pagamento será retroativo a fevereiro de 2007. O banco ficou de apresentar ainda um diagnóstico sobre o andamento do Plano de Funções no próximo dia 31/8. A pedido das entidades, o banco aceitou divulgar para os funcionários que, caso estes tenham dificuldade de pagar o empréstimo de férias, que entrem em contato com o banco, pois terão reavaliadas as suas prestações, caso a caso.