Conciliações no Ceará chegam a R$ 2,15 milhões

8

Em apenas quatro rodadas de conciliação, o Sindicato dos Bancários do Ceará já conquistou o retorno de R$ 2.150.273,00 aos bolsos dos empregados da Caixa, através da Comissão de Conciliação Voluntária (CCV). Até a semana passada foram realizadas 71 sessões de negociação, entre representantes da Caixa e empregados, postulando o pagamento das 7ª e 8ª horas dos cargos técnicos. Desse total, aconteceram 69 conciliações e duas frustrações, ou seja, os bancários não aceitaram a proposta do banco.


No Ceará já existem 137 pedidos de adesão à CCV da Caixa, são bancários que assinaram o termo de reivindicação. Já estão agendadas mais 29 negociações para conciliações e a próxima rodada está marcada para o dia 27/6, na sede do Sindicato.


Segundo o diretor do Sindicato, Marcos Saraiva, é importante ressaltar que, frustrada a negociação, o empregado mantém o direito de ingressar na justiça. “A CCV destina-se aqueles que por opção própria não entraram com ações na justiça, podendo agora buscar os seus direitos de indenização através da Comissão de Conciliação, que foi conquistada na última Campanha Salarial, na mesa de negociações permanentes”, disse o dirigente sindical.


O aditivo para ampliação da CCV para empregados ativos que desejarem postular direitos referentes às 7ª e 8ª horas dos cargos em comissão está previsto na cláusula 49ª do acordo coletivo da Caixa.