Concursados de Fortaleza participam de manifestação e exigem contratação

21

Diretores do Sindicato dos Bancários do Ceará deram continuidade à série de protestos contra as péssimas condições de trabalho e de atendimento no Banco do Brasil na quarta-feira, 11/6, em frente à agência do BB da Rua Barão do Rio Branco. A manifestação integrou a Campanha Nacional “Acorda BB” e teve como tema central a contratação de mais bancários para o Estado.


Segundo o presidente interino do SEEB/CE e da FETEC/NE, Carlos Eduardo, é importante mostrar para a sociedade o tratamento dado pelo banco a seus empregados e o reflexo disso no atendimento à população. “Nós queremos a sociedade como parceira, pois é só com o envolvimento da população que nós iremos conseguir mudar esse contexto”.


Ele ressaltou que o Banco do Brasil esqueceu o seu papel de banco público. “Acorda, Banco do Brasil! Acorda, gigante! Seja responsável e cumpra sua missão de banco do povo brasileiro”. O Banco do Brasil está completando 200 anos, mas os seus bancários não têm motivos para comemorar.


Quem também não tem motivos para comemorar são os aprovados do último concurso do BB para escriturário da microrregião de Fortaleza. Foram apenas 22 convocados dos 260 aprovados. A última chamada aconteceu em janeiro. Uma comissão esteve presente ao ato e conversou com a gerente regional da Gestão de Pessoas, Idée Maria de Paula. Na ocasião, a comissão e os representantes do SEEB/CE exigiram que mais bancários sejam convocados para suprir a carência de pessoal nas agências da Capital cearense. “Para qualquer pessoa é notável que os bancários do BB estão sobrecarregados. Só o Banco do Brasil não admite isso”, afirmou Márcia Veras, aprovada no último concurso.