Conferência Regional da FETEC reúne bancários do Nordeste

64

A estratégia da Campanha Salarial deste ano é a manutenção da campanha unificada, com mesa única de negociação, unindo os bancos públicos e privados, com o funcionamento concomitante das mesas específicas de cada banco, onde serão discutidas as questões específicas. O eixo é aumento real de 10%, mais reposição da inflação do período; PLR maior – um salário bruto, mais um fixo de R$ 1.200,00, mais 5% do lucro líquido distribuído linearmente para todos os bancários; agregar uma nova conquista – 13º cesta alimentação ou auxílio educação; Fim do assédio moral e das metas abusivas; unificar uma política em defesa dos bancários acometidos por doenças ocupacionais; mais contratações de novos bancários; e isonomia de tratamento para novos bancários dos setores público e privado.

Estas foram as principais reivindicações discutidas e aprovadas na 6ª Conferência Regional dos Bancários da base da Fetec/NE, que serão encaminhada à 8ª Conferência Nacional dos Trabalhadores do Ramo Financeiro, promovida pela Contraf-CUT, no período de 27 a 30/07, em São Paulo.

Durante a Conferência Re-gional foi feita apresentação sobre Conjuntura Nacional e Internacional, pelo professor Pádua Carvalho, da Universidade Federal do Piauí. Também houve debate sobre macroeconomia e o sistema financeiro, com o economista Reginaldo Aguiar, do Dieese/Ceará. Na Conferência Regional foram eleitos 77 delegados à Conferência Nacional.

Para o presidente da Fetec/NE, Ribamar Pacheco a Conferência Regional serviu como ampliação dos debates que os Sindicatos do NE já haviam feito nas suas respectivas bases. “Quero ressaltar o fato de termos conseguido a unidade de todas as forças cutistas, durante a eleição da delegação que irá representar a Fetec/NE na Conferência Nacional. Fato este preponderante para iniciar uma campanha salarial, ou seja, a unidade do movimento”, disse.