Consulta autoriza Sindicato a apresentar contraproposta ao BNB

23

Cerca de 80% das pessoas que responderam à consulta sobre a ação da licença-prêmio do Banco do Nordeste do Brasil (BNB) concordam que o Sindicato dos Bancários do Ceará apresente contraproposta à direção do Banco para liquidação desse passivo trabalhista. Ao todo foram 340 respostas, das quais somente 68 foram contrárias ao acordo. A pesquisa foi realizada apenas entre os beneficiários da ação, no período de 9 a 17 deste mês.


Das pessoas que foram pesquisadas e se manifestaram favoráveis à apresentação de contraproposta, a maioria sugere para acordo um percentual de 70%. Quando se acresce a variável utilização, a maioria prefere o percentual de 65%, acrescido de uma quantidade de 24 dias de licença a serem utilizadas.


Com base nesse resultado, o Sindicato dos Bancários do Ceará formalizará ainda esta semana uma contraproposta à Superintendência de Desenvolvimento Humano do BNB. “O SEEB/CE espera uma resposta de pronto para ser levada à assembleia, que é o fórum máximo de deliberação da categoria”, afirma Tomaz de Aquino, diretor do Sindicato.

HISTÓRICO – A ação foi ajuizada pelo Sindicato em 3/8/2000, com o objetivo de restabelecer esse direito suprimido na era Byron Queiroz, em 1997. Apesar de ter sido ganha em todas as instâncias da justiça trabalhista, a ação ainda tem um agravo de instrumento impetrado pelo Banco junto ao Supremo Tribunal Federal. Somente após a derrubada do agravo no STF é que se inicia a execução. O banco fez recentemente uma proposta de acordo, cuja intenção era pagar 50% dos valores apurados pelo Banco, além do retorno do direito a partir de 1º/1/2009. Entretanto, a proposta foi recusada em assembleia por ampla maioria dos participantes.