Contraf-CUT cobra respostas para demandas do funcionalismo

16

Dois meses já passaram depois da última reunião com a direção do BNB e até agora nenhum aceno foi feito pela diretoria administrativa do Banco em relação a uma nova negociação com propostas concretas para demandas do funcionalismo.


A CNFBNB/Contraf-CUT já declarou para a direção do Banco que não aceita mais a enrolação que vinha permeando as últimas negociações e cobra respostas imediatas para pendências que se arrastam há anos, como revisão do PCR, licença-prêmio para novos funcionários, isonomia de tratamento, ponto eletrônico, revisão do plano de funções, dos planos BD da Capef e custeio da Camed, entre outras.


Para mostrar a insatisfação dos funcionários com o descaso do Banco, a CNFBNB/Contraf-CUT está orientando todos os Sindicatos com o BNB em sua base a realizarem o DIA DO VERMELHO, como forma de mostrar indignação pelos anos de promessas vãs feitas pela Direção da Empresa e até hoje não cumpridas. Nesse dia deverão ocorrer manifestações ou paralisações nas principais unidades de cada cidade, a critério dos sindicatos.


O protesto deverá acontecer dia 27/4, quando todos os funcionários devem usar alguma peça vermelha no vestuário. Além disso, devem ser destinadas mensagens ao Diretor Administrativo, Stélio Gama Lyra, com o seguinte conteúdo: “Estou vermelho de raiva, para não ficar roxo de vergonha pelo desapreço do Banco com o seu funcionalismo”.


As mensagens via e-mail devem ser mandadas para cnfdobnb@gmail.com que providenciará o seu reenvio a Diretoria Administrativa assegurando o sigilo total do remetente.