Contraf-CUT e Itaú retomam as negociações do plano de saúde

46

A Contraf-CUT e o banco Itaú reúnem-se na próxima terça, dia 29/1, para retomar as negociações sobre o plano de saúde dos bancários. O encontro está marcado para 16h, em São Paulo.


Os membros do Comitê de Acompanhamento do Plano de Saúde do Banco Itaú realizam no mesmo dia uma reunião preparatória para a negociação, às 10h, na sede da Contraf-CUT. O encontro é aberto para os integrantes da Comissão de Organização dos Empregados (COE) que quiserem contribuir com os debates.


A última reunião do Comitê de Acompanhamento do Plano de Saúde com o Itaú ocorreu no início de novembro do ano passado. Os trabalhadores fizeram uma série de reivindicações sobre o plano, inclusive para que o valor do fator moderador se mantenha inalterado. “O fator tem um papel no plano de regular o uso, não deve ser usado para onerar o trabalhador”, explica Wanderley Crivellari, membro do Comitê e coordenador da COE. Outra demanda apresentada foi que o valor do reembolso seja ampliado para duas vezes o valor da consulta, subindo para R$ 76,00.


Também foi criado um grupo de trabalho para discutir o melhor formato de plano de saúde para os aposentados. A COE Itaú ainda cobra do banco estudos sobre o descasamento entre plano odontológico e plano médico e aguarda respostas nesta próxima reunião.


“Esta reunião será a retomada do processo de negociação permanente, onde na ocasião a COE/Itaú irá cobrar do banco as resoluções dos problemas anteriormente pautados, tipo: fim da adesão casada do plano de saúde ao odontológico, bem como o fim da burocracia excessiva para autorização dos procedimentos médicos e ambulatoriais”, finalizou o diretor do Sindicato e coordenador da COE-Itaú no Nordeste, Ribamar Pacheco.