Contraf-CUT entrega pauta de reivindicações dos financiários à Fenacrefi

29

A Contraf-CUT, federações e sindicatos entregaram no dia 31/8, à Fenacrefi (Federação Nacional de Instituições de Crédito, Financiamento e Investimentos), em São Paulo, a pauta de reivindicações dos financiários para a campanha interestadual deste ano. A primeira rodada de negociação foi marcada para 13/8, às 10h, na sede da Fenacrefi, em São Paulo.


A categoria quer reajuste de 11,07% (inflação entre 1º/6/2011 a 31/5/2012, mais aumento real), PLR de três salários mais R$ 4.442,80 fixos, fim das metas abusivas, do assédio moral e das terceirizações, criação de comissão paritária de saúde e unificação nacional da data-base.


Os financiários também reivindicam universalizar o atendimento, garantindo-o para todos os municípios do País, dentro de um processo de inclusão e assegurando indistintamente a prestação de todos os serviços financeiros para a sociedade.


“Uma das prioridades da campanha deste ano é o combate à terceirização, problema gravíssimo no segmento. Hoje você chega nas financeiras e é comum não encontrar nenhum financiário, só terceirizados”, afirma Ivone Maria da Silva, secretária-geral da Contraf-CUT, que participou da entrega da pauta de reivindicações.