Contraf/CUT, Fetec’s e Sindicatos exigem manutenção de empregos e direitos

43

A Comissão de Empresa dos Funcionários do Itaú (COE/Itaú) reuniu-se em São Paulo no dia 6/11, cujo objetivo foi debater a fusão dos bancos Itaú e Unibanco. Na ocasião, foi ratificada a solicitação de uma reunião emergencial com a direção de ambos os bancos, que irá ocorrer em São Paulo, na segunda-feira, dia 10/11 às 15h. Na reunião, a representação dos trabalhadores será feita pela Contraf/CUT que irá cobrar dos presidentes do Itaú e do Unibanco, respectivamente Roberto Setúbal e Pedro Moreira Salles, que assumam compromisso acordado por escrito ratificando o que os mesmos afirmaram em rede nacional, que não haverá fechamento de agências nem demissões de bancários em decorrência da fusão dos bancos.


“Queremos que o Itaú e o Unibanco façam esse acordo por escrito com os bancários, pois são em torno de 104 mil trabalhadores que não podem ser penalizados em face dessa fusão”, conclui o representante da Fetec/NE na COE/ Itaú, Ribamar Pacheco.


A COE/Itaú em parceria com a Contraf/CUT irá realizar nos dias 17, 18 e 19/11 em São Paulo, um Seminário Nacional dos Dirigentes Sindicais do Itaú e Unibanco com o objetivo de aprofundar o debate sobre a fusão desses bancos e elaborar um plano de ações que busque defender o nível de emprego e os direitos dos trabalhadores dos respectivos bancos.