Contraf-CUT negocia PCR, saúde e bolsas educação com o banco no dia 26/3

11

A Contraf-CUT, federações e sindicatos retomam no próximo dia 26/3 as negociações com o Itaú Unibanco, em São Paulo. A rodada havia sido marcada inicialmente para o dia 16/3, mas foi adiada. Os trabalhadores discutirão o Programa Complementar nos Resultados (PCR) e as bolsas educação para 2012, bem como o plano de saúde, envolvendo problemas de convênios médicos.


“Recebemos o PCR de 2011, de acordo com os valores estabelecidos por dois anos em 2010. Chegou a vez de abrir os debates sobre os números do programa para 2012. Com lucros recordes ano após ano, o Itaú precisa negociar parâmetros que de fato tragam valorização para os principais responsáveis por esses resultados gigantescos, que são os funcionários do banco”, destaca Jair Alves, um dos coordenadores da Comissão de Organização dos Empregados (COE) do Itaú Unibanco.


Na última negociação com o banco, no dia 10 de fevereiro, os trabalhadores entregaram ao banco a minuta específica de reivindicações dos funcionários, que possui nove itens: emprego, remuneração, combate às metas abusivas, saúde e condições de trabalho, segurança bancária, liberdade sindical, previdência complementar, plano de saúde e igualdade de oportunidades.


“A minuta foi construída no Encontro Nacional de Dirigentes Sindicais do Itaú Unibanco, realizado nos dias 14 e 15 de dezembro, em Nazaré Paulista (SP)”, disse o diretor do Sindicato e representante do Nordeste na Comissão de Empresa dos funcionários do Itaú, Ribamar Pacheco.