Contraf entrega pauta de reivindicações específicas

67

A Contraf-CUT entregou na sexta-feira, dia 25/8, a minuta de reivindicações complementares dos funcionários à diretoria do Santander Banespa. Além da pauta, o banco recebeu um texto de pré-acordo, com princípios que visam o bom andamento das negociações. O próximo encontro com a direção do banco foi marcado para o dia 4/9, às 10h30, em São Paulo.

“Com a entrega da minuta, os bancários do Santander terão um motivo a mais para participar das atividades propostas pelos sindicatos. As negociações sobre a nossa pauta específica começam agora e precisamos nos mobilizar e mostrar para a direção do banco que estamos dispostos a lutar por nossas reivindicações”, destacou Paulo Stekel, diretor da Contraf-CUT e funcionário do banco.

Stekel lembra que as cláusulas econômicas e gerais dos bancários são discutidas com a Fenaban e que as negociações com o Santander são sobre as questões específicas, com a pauta complementar à Minuta da categoria.

A manutenção da estabilidade pré-aposentadoria de 36 meses, a garantia contra as demissões imotivadas, a criação de um grupo de trabalho para elaboração de um Plano de Cargos e Salários (PCS) e complementação de aposentadoria ao pessoal pré 75 estão entre as principais reivindicações.

Stekel explica que a minuta complementar é composta por três conjuntos de reivindicações, que são as cláusulas específicas dos trabalhadores do Banespa, a renovação e extensão de vários itens (como estabilidade e liberação remunerada pré-aposentadoria) e as novas cláusulas que tratam de questões como assédio moral, PCS e garantia de emprego baseada na regra 158 da OIT. “A conquista de um aditivo que contemple as demandas específicas de todos os trabalhadores do grupo significará um grande avanço no sentido de unificar os nossos direitos”, salientou Paulo Stekel.

Também no dia 4, a COE Santander reúne-se às 9 horas, no Sindicato dos Bancários de São Paulo, Osasco e Região para preparar a negociação.