Contraf se reúne com DEST para discutir BNB e Basa no início da Campanha Nacional

37

A Contraf-CUT realizou na quarta-feira, dia 30/6, uma reunião com Sérgio Francisco, coordenador do Departamento de Coordenação e Governança das Empresas Estatais (DEST), órgão do Ministério da Fazenda, responsável pela gestão dos bancos federais. Os representantes dos trabalhadores iniciaram debates a respeito de reivindicações específicas dos bancários do Banco do Nordeste do Brasil (BNB) e do Banco da Amazônia. Os empregados do BNB estiveram representados pelo Coordenador da Comissão Nacional e diretor do SEEB/CE, Tomaz de Aquino.


No caso do Banco da Amazônia, as principais reivindicações dos trabalhadores dizem respeito a Plano de Cargos e Salarios, Participação nos Lucros e Resultados (PLR), plano de saúde, plano de previdência complementar, entre outras. Para os bancários do BNB, o foco é o restabelecimento da licença-prêmio, além de outras questões, como descongelamento dos benefícios do Plano BD da Capef, revisão do PCR, isonomia entre novos e antigos, convocação de concursados, plano de funções etc.


Ficou acertada a realização de uma nova reunião entre as partes, para tratar de assuntos específicos dos bancários do Banco do Brasil e da Caixa Econômica Federal, ainda não há data definida.


A Contraf-CUT foi representada por Carlos Cordeiro, presidente da entidade; Marcel Barros, secretário geral e Miguel Pereira, secretário de Organização do Ramo Financeiro. Além deles, estiveram presentes a presidenta do Sindicato dos Bancários do Pará e Amapá e diretora da Contraf-CUT, Rosalina Amorim e o presidente da Associação dos Empregados do Banco da Amazônia (AEBA), Sérgio Trindade.