Convocação de concursados sempre foi reivindicada pelo Sindicato dos Bancários

21


O Banco do Nordeste do Brasil S.A. (BNB) anunciou a convocação de mais 68 novos bancários aprovados no último concurso público realizado pela Instituição para o cargo de Analista Bancário.


A contratação de novos funcionários tem sido uma reivindicação do Sindicato dos Bancários em todas as mesas de negociação realizadas com a Diretoria Administrativa e de TI do Banco.


Os novos funcionários do BNB serão lotados em diversas unidades operadoras da Instituição espalhadas por vários estados nordestinos, conforme a necessidade de pessoal. Ao todo serão beneficiadas com novos bancários 51 agências do Banco.


Ao contingente de 68 convocados na semana anterior ao carnaval, somam-se mais 26 novos funcionários que já haviam sido admitidos recentemente por necessidade de pessoal gerada pelo processo de reestruturação implementado pelo Banco no ano de 2017.


INTEGRAÇÃO – O Sindicato dos Bancários do Ceará foi convidado pela direção do BNB para participar do Curso de Integração de Novos Funcionários, destinado aos 68 recém convocados.


O curso será realizado nos dias 8 e 9 de março, no Centro de Treinamento do Passaré. A participação do Sindicato se dará no dia 9 de março, a partir das 13h. Na oportunidade, o Sindicato exporá aos presentes o papel do movimento sindical e sua importância para a organização dos trabalhadores.


Apresentará também um vídeo mostrando as conquistas históricas da categoria bancária que hoje fazem parte do patrimônio financeiro dos bancários, tais como auxílio-creche, cesta alimentação, 13ª cesta alimentação, Participação nos Lucros e Resultados, ausências abonadas, Plano de Cargos e Remuneração, assistência à saúde e assistência previdenciária, dentre outras.


“É muito importante esse espaço de diálogo com os novos trabalhadores, conquistado pelo Sindicato dos Bancários a partir de um processo de negociação permanente com a direção do Banco, baseado na autonomia sindical, na crítica construtiva e no respeito às divergências”

Tomaz de Aquino, diretor do Sindicato dos Bancários do Ceará