Coral do Sindicato dos Bancários/Afabec encanta bancários e clientes com mensagem de esperança

8


Com muita emoção e agradecimentos teve início o Circuito Natalino 2015, do Coral do Sindicato dos Bancários do Ceará/Afabec no dia 25, com café da manhã na agência Bradesco Centro. O Coral, sob a regência do maestro Rogério Jales, ganhou aplausos e elogios dos funcionários – todos emocionados. A iniciativa do Sindicato, de levar música e alegria aos bancários com mensagem de esperança e fraternidade, também ganhou elogios nas demais agências visitadas no Centro e em Messejana. Um violinista e uma bailarina, bancária do Itaú, acompanharam o Coral.


Carlos Eduardo Bezerra, presidente do SEEB/CE, ressaltou que “a diretoria do Sindicato, juntamente com o Coral dos Bancários, agradece a confiança de todos e lembra que, após uma campanha salarial difícil, mas vitoriosa, o momento é de confraternização, de pedir que cada um se envolva, não fique só, porque juntos somos mais fortes. Espero que continuemos cada vez mais juntos e, assim, vamos construir um mundo melhor”.


Há oito anos, o Coral do Sindicato/Afabec promove o Circuito Natalino, com apresentações pelas unidades bancárias. Com esta iniciativa, o Sindicato visa levar aos bancários e clientes sua mensagem de um renascer de esperanças, que o ano de 2016 venha com paz e fraternidade entre os povos e que seja um ano muito melhor.

O diretor do Sindicato, Gabriel Motta, fez uma reflexão: “trazemos uma mensagem de Natal, não uma mensagem motivacional, mas uma reflexão necessária. O ano que está se encerrando não foi fácil, de crises, e só fazer a minha parte não está mais resolvendo. Precisamos fazer muito mais, com princípios de solidariedade, generosidade e criar novos valores. O mundo como está, só nos resta três valores – fé, esperança e amor. Este ano, o Coral traz uma mensagem de Leonardo Boff, filósofo contemporâneo, em que o homem não vale o que sabe, mas vale o que faz com o que sabe. Se não criarmos uma geração de valores, onde a sinceridade, a ética, prevaleçam, esse mundo vai pra ruína. Nós precisamos criar um mundo mais tolerante”.


Rita Ferreira, diretora da Secretaria da Igualdade e da Diversidade, fez um desafio aos colegas e clientes a participarem da Campanha Bancário Solidário, “vamos estabelecer uma meta, a meta da solidariedade. Nessa campanha, é a vez de colocar a nossa gota no oceano, vamos fazer a nossa parte de sermos solidários e contribuir com um Natal, um momento melhor, para essas crianças da Comunidade dos Cocos, que precisam da nossa ajuda. Essas crianças farão o futuro do nosso País, que queremos mais justo, mais fraterno e mais solidário”, afirmou.