CTASP aprova reintegração dos demitidos por Byron Queiroz

17

Graças ao empenho das entidades Comissão Nacional dos Funcionários do BNB, AFBNB e Sindicatos, a Comissão do Trabalho, Administração e Serviço Público (CTASP) da Câmara Federal aprovou o projeto de lei nº 343/2007 que trata da reintegração de 694 funcionários do BNB demitidos pelo ditador Byron Queiroz que presidiu o Banco de 1995 a 2002, durante os governos FHC/Tasso.


O feito foi obtido após intenso esforço de convencimento aos parlamentares membros da CTASP, realizado pelo Coordenador da Comissão Nacional de Funcionários do BNB (CNFBNB) e diretor do Sindicato dos Bancários do Ceará, Tomaz de Aquino, e pelo Presidente da Associação dos Funcionários do BNB, José Frota de Medeiros, com o apoio da Comissão de Demitidos do Banco, representada pelos colegas Heider Vasconcelos e José de Souza Júnior.


A decisão da Comissão foi por unanimidade, o que só reforça a importância do trabalho executado pelos representantes dos funcionários. Mas, acima de tudo, o resultado mostra o compromisso com a causa dos deputados federais Daniel Almeida e Chico Lopes, ambos do PCdoB (Ba e Ce), autores do projeto de lei, que contaram na empreitada com a participação decisiva dos deputados federais cearense que integram a Comissão: Eudes Xavier (PT) e Gorete Pereira (PR).


Agora o projeto de lei vai para apreciação na Comissão de Constituição e Justiça (CCJ), onde deverá ser examinado à luz do conhecimento jurídico. Será mais uma etapa a ser vencida com a garra e determinação que sempre caracterizaram as entidades que defendem os interesses do funcionalismo. Para Tomaz de Aquino “embora parcial, foi uma grande vitória do movimento sindical contra o autoritarismo e a coação moral sofrida por 694 famílias de trabalhadores, conforme consta de nota aos membros da CTASP, assinada pelas entidades representativas dos benebeanos”.