Curso forma dirigentes da Contraf-CUT no Nordeste

33

Foi encerrada a última etapa do curso de formação de dirigente sindicais da Contraf-CUT – Sindicato, Sociedade e Sistema Financeiro. O último módulo da turma que prioriza a FETEC/NE terminou suas aulas no último dia 11/6. Realizado pela confederação em parceria com o Dieese, o curso tem o objetivo de promover formação de concepção cutista para os dirigentes ao longo da gestão 2009/12.


Os diretores do Sindicato dos Bancários do Ceará, Pedro Moreira, Mateus Neto, Alex Citó e Ieda Marques participaram da formação. “Esse foi um curso muito importante para nós sindicalistas. É fundamental que nós tenhamos um preparo extra para lidar com o patrão e cursos como esses nos dão argumentos para quando esse confronto for necessário”, afirmou o diretor do Sindicato, Mateus Neto.


O curso foi composto por três módulos de cinco dias, que debateram temas fundamentais para a categoria. O último trecho do curso focou a atuação sindical, tratando de desafios contemporâneos da categoria, como remuneração, emprego, jornada, negociação e contratação coletiva, saúde e condições de trabalho, perfil atual da categoria bancária, entre outros temas.


“Tivemos mais uma turma muito participativa e interessada no curso que nos orgulha de sermos cutistas. O grau de engajamento das turmas que passaram pelos três cursos na Fetec Nordeste, Fetraf Minas, Fetec São Paulo e Feeb Rio de Janeiro e Espírito Santo é muito grande”, avalia William Mendes, secretário de Formação da Contraf-CUT. “Vemos muitos dirigentes novos e todos com muita vontade, o que mostra compromisso da CUT com a renovação dos sindicatos e a formação sindical”, completa.


Na avaliação do diretor Pedro Moreira, o curso foi muito importante para conhecer um pouco mais sobre história e a atuação do movimento sindical. “O curso é de suma importância para qualquer dirigente sindical”, disse. Pedro acredita que todos os trabalhadores atuantes no movimento sindical devem buscar fazer cursos de formação como esse para qualificar a atuação no movimento sindical.