CUT Ceará realiza mobilização para a 6ª Marcha da Classe Trabalhadora

33

     

A Central Única dos Trabalhadores no Ceará (CUT/CE) realizou, na última semana, uma série de mobilizações para conclamar a população a participar das discussões sobre a redução da jornada de trabalho. Uma carreata, que teve início na Avenida da Universidade, percorreu os principais corredores da cidade e foi encerrada no Clube da Caixa em Messejana. O evento, que reuniu centenas de pessoas, aconteceu no sábado, 7/11, e foi um momento de confraternização entre os trabalhadores.


Já na sexta-feira, 6/11, as entidades sindicais realizaram uma audiência pública na Assembleia Legislativa do Ceará para discutir a Proposta de Emenda Constitucional (PEC) 231/95, que propõe a redução da jornada de trabalho de 44 para 40 horas semanais. De acordo com o presidente da CUT no Estado, Jerônimo Nascimento, “o projeto precisa ser votado na Câmara e no Senado para seguir para sanção presidencial e virar lei. Se for aprovado, o ganho social para o povo brasileiro vai ser significativo. A expectativa para a sua aprovação é grande, uma vez que recebemos o apoio da sociedade”.


Além da carreata e da audiência pública, os trabalhadores aproveitaram os preparativos para a Marcha Nacional e fizeram adesivaços em cruzamentos da cidade. Toda essa mobilização integrou o calendário nacional de atividades do movimento operário, que deve culminar com a 6ª Marcha da Classe Trabalhadora, no próximo dia 11, em Brasília.


Diante da relevância do assunto, o Sindicato dos Bancários do Ceará enviará os diretores Mateus Neto, Plauto Macêdo e Alfredo Amorim como representantes para esse momento tão importante da lutada classe trabalhadora.