CUT repudia ato criminoso na sede do Sindicato dos Vigilantes

17

Tendo em vista o atentado ocorrido na sede do Sindicato dos Vigilantes, no último dia 26/1, em Fortaleza, a CUT vem a público externar seu apoio aos companheiros e solidarizar-se com a categoria e exigir das autoridades a punição dos culpados.


A CUT, entidades filiadas e Confederação Nacional dos Vigilantes participarão de uma audiência com os órgãos competente na apuração do caso, tais como a Secretaria de Segurança Pública do Estado e a Ordem dos Advogados do Brasil (OAB), secção Ceará, visando a apuração do atentado.


Em apoio ao Sindicato dos Vigilantes, a CUT/CE fez no último dia 30/1, um ato de solidariedade aos companheiros. A manifestação aconteceu no próprio Sindicato e várias entidades de classe manifestaram apoio aos Vigilantes.


A Federação dos Trabalhadores no Comércio e Serviços do Estado do Ceará (FETRACE) se reuniu com dirigentes do Sindicato dos Vigilantes na terça-feira, dia 27/1, ocasião em que foram discutidas as providências a serem adotadas com relação ao crime ocorrido na entidade.


Presente à reunião, na sede dos Vigilantes, o presidente da CUT/CE, Jerônimo do Nascimento enfatizou: “esse crime é um desrespeito às entidades sindicais. Os culpados não vão sair impunes, porque nós da classe sindical estaremos juntos, unidos para descobrir os culpados. A CUT repudia qualquer ato criminoso. Nós, cutistas, ficaremos à frente nessa investigação, cobrando das autoridades competentes a resposta para a sociedade. A CUT repudia esse ato de terrorismo”.