Decon multa Itaú por demora no atendimento aos clientes no Ceará

62

Depois do Bradesco, o Itaú é mais um banco a entrar na mira do Programa Estadual de Proteção e Defesa do Consumidor (Decon-CE), por problemas de atendimento aos clientes. Semana passada, o promotor Ricardo Memória multou o Itaú em três milhões de UFIRs, o equivalente a R$ 3,192 milhões, por deixar uma senhora de 70 anos esperando na fila do caixa, sem atendimento, por uma hora e sete minutos.

O fato foi constatado por fiscais do órgão, no dia 5 de junho passado, na agência da Avenida Bezerra de Menezes. O tempo de espera máximo tolerado pela lei Estadual nº13.312/03 é de 30 minutos. A defesa do Itaú, de que naquela data “ocorria grande concentração de clientes e elevado volume de pagamento de títulos e tributos”, não foi aceita pelo promotor.