Direção do BNB manobra para não comissionar analistas das CRO?S

14

A Direção do Banco do Nordeste do Brasil (BNB) está realizando manobra escusa visando descumprir o acertado em mesa de negociação no tocante ao comissionamento de todos os Analistas Bancários lotados nas Centrais de Retaguarda Operacionais (CRO’S).


A Comissão Nacional dos Funcionários do BNB (CNFBNB/Contraf-CUT) vem recebendo denúncias de vários sindicatos com BNB na base, dentre os quais os do Ceará, Piauí, Alagoas e Pernambuco, sobre a retirada de senha que dá acesso ao SINC (Sistema Integrado de Crédito) dos Analistas Bancários das Centrais que ainda não são comissionados.


Segundo as denúncias, a medida tem clara intenção de tentar descaracterizar a igualdade de tarefas e atribuições exercidas por comissionados e não comissionados nas CRO’S, buscando com isso mascarar a realidade e esvaziar a luta por isonomia que a CNFBNB e os Sindicatos vem encampando tão firmemente.


“Mas essa tentativa de burla está sendo prontamente repudiada pelas entidades sindicais, até porque as tarefas dos Analistas continuam sendo as mesmas, tenham ou não acesso ao SINC, durante todo o processo de análise das operações”, afirma Alexandre Timóteo, diretor do Sindicato dos Bancários de Alagoas.


A CNFBNB/Contraf-CUT reitera o que já afirmou em mesa de negociação com a Área de Desenvolvimento Humano: não aceitará qualquer manobra que venha a contrariar a isonomia funcional nas CRO’S e com esse objetivo está disposta, inclusive, a iniciar batalha judicial e política visando garantir os direitos dos bancários(a)s do BNB.