Diretores de gestões anteriores ganham cada vez mais poder dentro do BNB

11


Na contramão do que vem sistematicamente denunciando o Sindicato dos Bancários do Ceará, a Diretoria do BNB acaba de atribuir maiores poderes a diretores da Instituição remanescentes de gestões anteriores. É o caso de Diretor sob o qual pesam denúncias do cometimento de irregularidades em administrações passadas que acaba de ser brindado com cargo de Presidente do Conselho Deliberativo da Capef.


Em vez de mandar apurar denúncias do envolvimento em operações beneficiando empresas do setor energético e da construção civil, a alta cúpula do BNB opta por chancelar que dirigentes nessa situação estendam suas teias de poder sobre coligadas do BNB, como é o caso da Capef.


Para o SEEB/CE, colocar na Presidência do Conselho Deliberativo da Caixa de Previdência dos Funcionários do BNB (Capef) pessoa sobre a qual existem denúncias de favorecimentos também a empresas que atuam na área de mercado de capitais é, no mínimo, uma ação temerária que pode por em risco a já fragilizada situação atuarial da Capef.


Enquanto o Sindicato vem há anos reivindicando uma solução para o problema dos participantes do Plano de Benefício Definido, congelado desde 1997, a alta administração do BNB parece enveredar para caminhos que cada vez mais levam ao distanciamento dessa solução. Sem se preocupar também em solucionar o problema de cerca de 1.200 colegas aposentados pelo INSS que continuam com vínculo trabalhista no BNB, a direção da Instituição não acena com qualquer iniciativa para resolver a questão previdenciária de seus trabalhadores. Ao contrário, mostra descaso ao indicar para dirigir a Capef gestor com atuação comprometida por denúncias.


O cerco dos que querem administrar o BNB como propriedade privada está cada vez mais se fechando, em detrimento de um BNB renovado, onde os funcionários com tempo de se aposentar possam fazê-lo dignamente e os concursados possam vir a contribuir com sua energia para o cumprimento da verdadeira missão do BNB.