Dirigentes do Sindicato mobilizam bancários do Interior para a greve

31

O Sindicato dos Bancários do Ceará intensificou, entre os dias 29/8 e 2/9, a mobilização no interior do Estado. Em visita a várias unidades, os diretores ressaltaram a importância do engajamento da categoria nesta campanha salarial e fizeram esclarecimentos sobre as negociações com a Fenaban e as direções dos bancos federais.


“Além disso, aproveitamos para fazer importantes filiações no Estado e recebemos denúncias e sugestões da categoria. Ouvir os bancários é fundamental nesse momento para fortalecermos nossa unidade”, disse o diretor Bosco Mota que, juntamente com os diretores Áureo Júnior e Moacir Melo, visitou a região do Maciço de Baturité, Canindé e Tejuçuoca.


Durante as visitas, os diretores distribuíram ainda os kits de materiais para o período de greve. “Sabemos que esta campanha será muito difícil e diante das sucessivas negativas dos banqueiros na mesa de negociação já estamos percebendo que o caminho para alcançarmos a vitória será o da mobilização e se for preciso, da greve”, afirmou o diretor Mateus Neto, que com os diretores Telmo Nunes, Pedro Moreira e Humberto Simão, visitou a região norte do Estado, abrangendo os municípios de São Gonçalo, Paracuru, Paraipaba, Itarema, Acaraú, Cruz, Bela Cruz, Marco, Morrinhos, Santana do Acaraú, Massapê, Granja, Camocim, Chaval, Forquilha, Irauçuba, Itapajé, Tururu, Itapipoca, Uruburetama, Pentecoste, Amontada, Umirim e São Luiz do Curu.


Já os diretores Carlos Rogério Montenegro, Plauto Macedo e Ricardo Dantas visitaram a região centro-sul do Estado: Antonina do Norte, Araripe, Assaré, Aurora, Barro, Brejo Santo, Caririaçu, Cedro, Icó, Ipaumirim, Lavras da Mangabeira, Mauriti, Milagres, Missão Velha, Nova Olinda, Orós, Porteiras, Saboei-ro, Santana do Cariri, Senador Pompeu e Várzea Alegre. “Agora é a hora de mostrarmos nossa força e nossa unidade. Só com muita mobilização é que conseguiremos êxito nessa campanha. Banqueiro não dá nada de graça e nós temos que mostrar nossa força de luta”, convocou o diretor Carlos Rogério Montenegro.