Discriminação com o funcionalismo

99

A direção do banco premiou alguns funcionários em detrimento de outros

O Sindicato dos Bancários do Ceará realizou, no dia 10/1, uma manifestação na agência do Banrisul em Fortaleza, contra a discriminação da empresa, que creditou um prêmio de dois salários para apenas 253 funcionários no mês de dezembro. O protesto contou com a presença de banda de música e diretores do Sindicato que denunciaram a tentativa de divisão dos funcionários através da premiação desigual que prejudicaria a organização e mobilização dos trabalhadores.

O Sindicato denunciou, ainda, que não foi possível realizar a paralisação da agência por uma hora, conforme fora previsto em Assembléia, devido às ameaças da direção do banco aos funcionários, sobre uma possível represália aos que paralisassem, que poderia culminar com o fechamento definitivo da agência. Os diretores do Sindicato repudiam firmemente esta atitude desrespeitosa com os direitos adquiridos historicamente, e alertam que o Banrisul, como um dos últimos bancos estaduais não privatizados, sofre continuamente um processo de desmonte.

Em reuniões realizadas, o banco alega que os critérios de premiação não foram divulgados porque estavam baseados em projetos estratégicos para a instituição. Os empregados prometem intensificar as atividades em toda a rede de agências.