DRT/CE promete desbloqueio do seguro desemprego para ex-becistas

73

O Sindicato dos Bancários do Ceará procurou a Delegacia Regional do Trabalho do Ceará (DRT/CE) para discutir a concessão de seguro desemprego aos funcionários do BEC que foram incorporados ao Bradesco. As demissões ocorreram em 1996/97, decorrentes do Plano de Demissão Voluntária (PDV). O diretor regional da DRT, José Nunes Passos estará pessoalmente em Brasília e se comprometeu a agilizar o processo de desbloqueio do seguro.

A problemática sobre a concessão do seguro desemprego iniciou quando os funcionários que foram demitidos procuraram o Ministério do Trabalho para solicitar o seguro e foram barrados pelo fato do CNPJ do BEC estar bloqueado, pois o banco foi vendido ao Bradesco.

Segundo a assessora de seguro desemprego da DRT/CE, Cleubaneide Fernandes, o problema está acontecendo devido ao bloqueio do CNPJ do BEC em virtude do Ministério do Trabalho ter considerado à época do IAV (Incentivo de Afastamento Voluntário) onde os becistas não teriam direito ao citado benefício. Há o entendimento de que as demissões atuais são diferenciadas das que ocorreram naquela época.

A assessora comunica aos demitidos que assinaram o acordo, que procurem a delegacia ou os postos da DRT para preencher o recurso de solicitação a fim de comunicar ao banco o ocorrido e pedir o desbloqueio do seguro.

Estiveram presentes na reunião o assessor jurídico do Sindicato Carlos Chagas, os diretores Robério Ximenes e José Marques Lins, o delegado regional da DRT José Nunes Passos e seu assessor Carlos Bonfim e a assessora de seguro desemprego Cleubaneide Fernandes.