Eleição de funcionário nos conselhos das estatais é vitória da sociedade

13

A Contraf-CUT participou, no dia 11/3, do ato de assinatura pela ministra Miriam Belchior da portaria do Ministério do Planejamento que regulamenta a eleição de um empregado nos conselhos de administração das empresas federais e sociedades de economia mista. O evento ocorreu no Palácio do Planalto, em Brasília, e contou com a presença da presidente Dilma Rousseff.


Segundo o presidente da Contraf-CUT, Carlos Cordeiro, “é uma conquista para a sociedade a eleição de um trabalhador para integrar os conselhos das estatais”. Ele espera que a medida seja ampliada no Brasil. “Queremos que o mesmo aconteça nas empresas privadas, como já ocorre em outros países”, destaca. “Trata-se de reivindicação antiga do movimento sindical, em particular do nosso movimento bancário, e que nos dá ainda mais força para novos passos em nossa luta”, enfatiza.


Na sexta-feira, 11/3, a confederação encaminhou um documento para os bancos federais, solicitando o agendamento de uma reunião para discutir a implantação desse novo canal de participação dos trabalhadores. Houve envio de cartas ao Banco do Brasil, Caixa Econômica Federal, Banco do Nordeste do Brasil (BNB), Banco da Amazônia, Banco Nacional do Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) e Financiadora de Estudos e Projetos (Finep). O objetivo é dar celeridade ao processo, a começar pela constituição da comissão eleitoral paritária.


“Também defendemos a participação de um representante da sociedade civil organizada no Conselho Monetário Nacional”, salienta Carlos Cordeiro. “Não é possível que as entidades que representam os trabalhadores e demais organizações não tenham voz nas decisões econômicas que afetam a vida de todas as pessoas”, ressalta.