Em Fortaleza, bancários participam de ato unificado da CUT

9


Com o mote “Defesa da Democracia, do Emprego e do Salário”, foi realizado em Fortaleza, dia 15/9, um ato unificado das categorias com campanhas salariais neste segundo semestre, promovido pela CUT.  O Sindicato dos Bancários do Ceará durante a manifestação realizada na agência do Banco do Brasil, na Aldeota, mobilizou os trabalhadores para as negociações da Campanha 2015, cujo slogan é “Exploração Não Tem Perdão”.


O presidente do Sindicato, Carlos Eduardo Bezerra, disse: “estamos aqui nessa manifestação para dizer que a luta é universal, que os bancários, metalúrgicos e petroleiros cada um tem sua luta, mas essa representa a luta operária, e a nossa campanha unificada das categorias só fortalece a campanha dos bancários, pois junto somos mais fortes”.


Na ocasião, visitando os bancários da agência do BB, o Sindicato chamou-os à mobilização para a Campanha deste ano e apresentou, com a colaboração da Trup Tramas de Teatro, um cordel em forma teatral com a típica irreverência cearense falando sobre “Os 7 Pecados do Capital”, que são: assédio moral, discriminação, ganância, irresponsabilidade, mentira, ostentação e terceirização.


Os manifestantes deixaram claro que não vão pagar a conta da crise econômica; não vão permitir ataques aos direitos dos trabalhadores, entre eles a terceirização como prevê o projeto tramitando no Senado, o PSC 30; vão resistir e lutar contra todo tipo de ataque que represente retrocesso.