Em pleno PAQ abertura de processos Gedip instala terror

20


Em pleno processo de reestruturação promovido pelo Banco do Brasil, o Programa de Adequação de Quadros, bancários receberam no dia 12/1, pedido de informação sobre supostas fraudes ou falhas em serviços ocorridos em 2013 (Processos Gedip). O Sindicato recebeu a confirmação de que o banco exigiu da Rerop – área de segurança responsável pelo procedimento – a abertura de todos os processos. Segundo funcionários da área, nunca houve tanta urgência nas demandas e sobrecarga de trabalho.


Os pedidos de informações envolvem o segmento de gerentes, caixas e assistentes da área negocial. Justamente o público alvo da restruturação, e que, conforme instruções do banco necessitam de concorrência ou nomeação para conseguir o deslocamento para nova unidade.


Existe um clima de terror e insegurança nos locais de trabalho, embora o banco tenha salientado que a restruturação não irá gerar descomissionamentos. Muitos não acreditam nas declarações do banco de que não serão afetados, pois vários colegas não foram nomeados acompanhando suas carteiras, como prometido. A Dipes informou que a abertura dos processos ocorreu de forma regulamentar e alegou que caso ocorram problemas nas nomeações e realocações dos bancários, a situação será avaliada e solucionada pontualmente.


SINDICATO ESTÁ VIGILANTE – O Sindicato dos Bancários do Ceará está atento à nova reestruturação do BB e todas as medidas que podem lesar os funcionários. Caso o bancário se sinta prejudicado, deve entrar em contato com os dirigentes sindicais, pelo telefone (85) 3252 4266 ou através do WhatsApp 99129 5101.


“Nunca responda a um processo administrativo sozinho. Os riscos de demissão são muito grandes. Peça ajuda ao seu Sindicato, isso é um direito constitucional”
José Eduardo Marinho, diretor do Sindicato e funcionário do BB