Entidades e representantes eleitos debatem resultados em 2013

13


O Fórum de Dirigentes de Entidades com Representantes Eleitos na Funcef reuniu-se no dia 30/7, na sede da Fenae, em Brasília, tendo em pauta a análise dos impactos negativos da conjuntura econômica nos resultados dos fundos de pensão, a indicação de conselheiros nas empresas em que a Funcef tem participação relevante e a realização da segunda edição do seminário “Projetando o Futuro”.


A discussão acerca dos resultados da Funcef em 2013 teve como ponto de partida a confirmação de que a revisão trimestral da programação econômico-financeira terá, necessariamente, que se dar à luz do que, no início do ano, se tinha como cenário mais pessimista. Isso significa que, mesmo antes da divulgação do balanço semestral, já se tem como certo o registro de déficit no exercício.


A análise desse déficit conjuntural levou o Fórum à conclusão de que não há a indicação de problema de liquidez na Funcef. A preocupação é quanto à norma do Conselho Nacional de Previdência Complementar (CNPC), que prevê o equacionamento desse tipo de déficit (conjuntural) em até dois anos.


No caso da Funcef, isso implicaria em aumento de contribuição pelos participantes e a patrocinadora, medida que, em perspectiva de médio prazo, é tida como desnecessária pelas entidades e os diretores e conselheiros eleitos da Funcef.  Discussões em torno do equacionamento de déficits no sistema já foram iniciadas no âmbito da Previc, a fim de evitar a contribuição extraordinária. Tanto que a Abrapp estuda criar uma comissão para propor alternativas.


Seleção de conselheiros – O Fórum formulará proposta de aperfeiçoamento das regras para o processo de seleção de conselheiros representantes da Funcef em empresas em que a Fundação detém participação acionária relevante. O processo de seleção de conselheiros na Funcef foi uma conquista do movimento dos empregados da Caixa, que partiu de proposta dos representantes eleitos em 2004, visando à democratização da escolha dos conselheiros.