Entidades representativas querem melhoria dos benefícios da Capef

22

O Sindicato dos Bancários do Ceará e a Associação dos Aposentados do Banco do Nordeste do Brasil (AABNB) continuam a luta para reduzir as contribuições e melhorar os benefícios dos participantes e assistidos da Capef.


No último dia 14/5 representantes das entidades e da Capef estiveram reunidos com a Secretaria de Previdência Complementar (SPC), em Brasília, para a discussão das possibilidades de redução das contribuições descontadas pela caixa de previdência. A SPC reiterou acolhimento às teses do SEEB/CE e da AABNB de que os resultados positivos da Capef permitem uma renegociação do acordo para a redução das contribuições. Entretanto, ainda não foi fixado o percentual de contribuição necessário para manter a saúde financeira e atuarial do plano de benefícios. Atualmente, a contribuição é de 29%.


Os próximos passos da negociação são reuniões técnicas da AABNB e da Capef com o banco para identificar os patamares das possíveis reduções dos níveis de contribuição.


Quanto aos benefícios, as entidades representativas dos funcionários querem rever o acordo celebrado em 2003 para reavaliar os valores fixados em agosto de 1997. Com isso, as entidades esperam aproximar os benefícios da realidade salarial dos funcionários da ativa. A maioria hoje se aposenta com aproximadamente metade do que recebe na ativa.

PLANO DE FUNÇÕES – O banco adiou a apresentação às entidades da proposta do Plano de Funções, que deveria ter sido realizada semana passada. O BNB alegou que não dispõe ainda dos pareceres jurídicos e financeiros para avaliar o impacto do plano na folha do banco e sinaliza uma nova data de apresentação para o final do mês.


“As entidades exigem que o banco dê maior celeridade a esse processo da implantação do Plano de Funções, pois há muita expectativa do funcionalismo com relação a isso”, cobrou o coordenador da Comissão Nacional dos Funcionários do BNB, Tomaz de Aquino.


Em virtude disso, o Sindicato vai adiar também as visitas às unidades que deveria iniciar essa semana com o objetivo de debater com o funcionalismo a proposta do Plano de Funções.