Entidades se unem na luta em defesa do plano de saúde

34


As entidades representativas dos trabalhadores do BB e de associados da Cassi de todo o Brasil se unem para debater os ataques do governo ilegítimo de Temer aos planos de saúde de autogestão, que aniquilam o princípio da solidariedade. O encontro ocorreu em 9/8, no Rio de Janeiro, por iniciativa da Associação dos Aposentados e Funcionários do Banco do Brasil (AAFBB), reuniu, além da Unidas (União Nacional das Instituições de Autogestão em Saúde).


Isto porque, vazaram nas redes sociais, minutas de resolução da Comissão Interministerial de Governança Corporativa e Administrativa de Participações Societárias da União, órgão vinculado ao Ministério do Planejamento, que demonstram que o governo Temer está agindo para desmontar a Cassi e os planos de saúde que atendem os funcionários de todas as empresas públicas federais.


A discussão sobre essas minutas de resoluções dá subsídios para definir estratégias de enfrentamento aos ataques, preparados pelos golpistas, para acabar com mais direitos dos trabalhadores brasileiros. Neste caso, direitos a saúde de empregados de empresas públicas e estatais como o Banco do Brasil.


Uma das propostas é que a Unidas, que congrega as autogestões em saúde das empresas públicas e estatais, estabeleça uma parceria com o Comitê Nacional em Defesa das Empresas Públicas, para defender os direitos em saúde dos seus trabalhadores.