Espera em filas de bancos chega a 76 minutos

35

A Justiça Federal constatou, através de vistoria realizada nos últimos dias 5, 6, 10 e 11 de novembro, por determinação do juiz federal André Dias Fernandes, que a espera dos clientes em filas de bancos chega a 76 minutos. O fato comprova o descumprimento à lei estadual 13.312, de 30 de junho de 2003, pela maioria dos bancos vistoriados. As conclusões da vistoria serão incluídas como prova nos autos da ação civil pública movida pela OAB-CE contra oito bancos.


A lei estadual determina que o tempo máximo de espera nas filas é de 15 minutos, em dias normais, e 30 minutos nas vésperas de feriados prolongados. Segundo o relatório apresentado pelos oficiais de Justiça que fizeram uma pesquisa de campo, a Caixa Econômica Federal registrou o maior tempo de espera. Nada mais, nada menos que 76 minutos, sendo que o tempo médio de espera é de 70 minutos. A seguir vem o Unibanco, com tempo médio de 61,5 minutos de espera. Em terceiro lugar no ranking do desrespeito aos clientes vem o Banco do Brasil, com tempo médio de 53 minutos.


Diante do permanente problema com as filas, o Sindicato dos Bancários do Ceará investirá em 2009 em uma campanha maciça de conscientização dos consumidores. A idéia é criar um balcão de atendimento onde o consumidor possa fazer suas queixas. “O Sindicato defende a maior contratação de pessoal e o cumprimento da lei, pois querem empurrar a população para o auto-atendimento”, explica o diretor de Ação Sindical do SEEB/CE, Clécio Morse.