Estudo do Dieese mostra que setembro registrou taxa de 10,6% de desemprego

28

O Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Socioeconômicos (Dieese) e a Pesquisa de Emprego e Desemprego (PED) divulgaram quarta-feira, dia 26/10, que a taxa média de desemprego ficou em 10,6% em setembro, em sete regiões pesquisadas (Distrito Federal e regiões metropolitanas de Belo Horizonte, Fortaleza, Porto Alegre, Recife, Salvador e São Paulo).


A boa notícia é que o número de desempregados diminuiu. O total de desempregados foi de 52 mil a menos em relação no mês anterior. A taxa de desemprego em Fortaleza foi de 8,9%. A menor taxa foi registrada em Belo Horizonte: 7,7%. Já a maior foi em Salvador: 15,9%.


Na análise regional, o salário médio real dos ocupados sofreu redução em Salvador (2,2%, passando a valer R$ 1.005) e Porto Alegre (0,8%, ou R$ 1.429) e aumentou no Distrito Federal (2,9%, ou R$ 2.087). Nas outras regiões, as variações foram inexpressivas, como em Belo Horizonte (0,3%, ou R$ 1.357), Fortaleza (0,2%, ou R$ 915) e Recife (0,1%, ou R$ 998), ou inexistentes, como em São Paulo (R$ 1.460).


Os rendimentos médios reais de ocupados e assalariados praticamente não variaram e seus valores ficaram em R$ 1.365 e R$ 1.411, em agosto.