Exposição de xilogravura na Caixa Cultural reúne 168 obras

12


De 15 de janeiro a 17 de fevereiro, a Caixa Cultural Fortaleza irá receber a exposição “Rubem Grilo Xilográfico 1985-2012: Matrizes, Xilogravuras, Colagens e Desenhos”. Xilogravador consagrado no cenário nacional, o mineiro Rubem Grilo já realizou cerca de 70 mostras individuais e participou de mais de 120 exposições coletivas no País e no exterior.


Na exposição da Caixa, que tem curadoria do próprio artista, Rubem reúne 168 obras realizadas nos últimos 27 anos, com foco na produção realizada desde 2005. Dessas, 132 são xilogravuras em diferentes formatos. Há ainda seis matrizes e 30 trabalhos realizados com colagens e desenhos – um conjunto relevante de seus 42 anos de atuação profissional, que explicita o estágio de amadurecimento alcançado por sua obra. “Escolhi a xilogravura pelo fato de ela ser simples, direta, quase rudimentar, e por me permitir o envolvimento com duas experiências básicas e complementares, o desenho e a gravação”, explica Rubem.


Essa é a segunda grande exposição do artista na Capital. Em 2001, ele realizou no MAUC a exposição “Arte Menor e Objetos Imaturos”, composta de aproximadamente 600 xilogravuras em formato miniatura.


Nascido em Pouso Alegre, Minas Gerais, em 1946, Rubem Grilo é um dos principais expoentes da gravura no Brasil. Entre 1973 e 1985, ilustrou as páginas de jornais como Opinião, Movimento, Pasquim, Jornal do Brasil e Folha de S. Paulo. Em 1985, lançou o livro “Grilo: Xilogravuras”.


Desde a década 1990 acumula prêmios nacionais e internacionais. Tem trabalhos publicados em revistas especializadas, como Graphis e Who´s Who in Art Graphic (Suíça); Novum Gerbrauchsgrafik (Alemanha); Print (USA); e Idea (Japão).


Serviço:
Exposição “Rubem Grilo Xilográfico”

De 15 de janeiro a 17 de fevereiro

Caixa Cultural Fortaleza

(Av. Pessoa Anta 287, Praia de Iracema).

Visitação: de terça a domingo, das 10h às 20h.

Contato: (85) 3453.2750