Exposição Na Ponta dos Dedos

17

As pessoas com deficiência já ganharam várias batalhas para ter o seu direito de acesso respeitado em lugares como escolas e ruas. Mas o que fazer para tornar as obras de um museu acessíveis a este público? A exposição Na Ponta dos Dedos, que está em cartaz no Memorial da Cultura Cearense, no Centro Dragão do Mar de Arte e Cultura, traz algumas respostas para essa questão.


A exposição é resultado de uma experiência de curadoria participativa com os membros do projeto Acesso (ação de inclusão social desenvolvida pelos museus do Centro Dragão do Mar), representantes de várias instituições relacionadas ao tema, pessoas com deficiência e artistas locais. A exposição vai mostrar questões do cotidiano destas pessoas, a expansão do sistema Braille e as novas tecnologias de acessibilidade.


Toda legendada em libras, Na Ponta dos Dedos, apresenta objetos da escrita em Braille, como livros e rótulos, vídeo com depoimento de deficientes visuais, além dos resultados das oficinas realizadas em outubro acerca do tema, como, por exemplo, as obras do Ateliê Experimental, realizado entre os artistas Sólon Ribeiro e Marina de Botas, e pessoas com deficiência. Outra novidade é a Sala Escura, onde o visitante pode realizar um percurso e sentir-se na condição de deficiente visual.

Serviço:
Exposição Na Ponta dos Dedos, no Memorial da Cultura Cearense do Centro Dragão do Mar. Horário de visitação: de terça a quinta, das 9h às 18h30. De sexta a domingo, das 14h às 20h30. Acesso livre. Outras informações: (85) 3488 8621