Falta reconhecimento aos funcionários

32

Sendo considerado o maior banco privado brasileiro, o Bradesco passou a ser também o mais valioso. Com a disparada de suas ações no ano passado, alta de mais de 110%, ultrapassou em valor de mercado o Itaú.

A notícia reforça a reivindicação de uma PLR maior, de pelo menos dois salários, para todos os funcionários. Os trabalhadores tiveram, sem dúvida, papel importante no ganho da empresa e têm que ser recompensados. O melhor resultado do sistema financeiro deveria ser revertido em salário justo, condições dignas de trabalho, uma PLR maior, auxílio-educação, contratação de mais funcionários para reduzir a pressão e as filas, com a prestação de atendimento digno à população.

A diretoria do Bradesco esquiva-se, alegando que, de acordo com as regras da PLR, não é obrigada a fazer o pagamento. Entendemos que ganhos como esse no valor das ações precisam ser repassados aos funcionários.

No Itaú, além dos dois salários a título de PLR, os funcionários conquistaram mais R$ 850,00.