Fenaban responde o pedido do Comando Nacional dos Bancários sobre abono de ausências

34


Os bancários que tiveram problemas para ir ao trabalho devem avisar o banco. A solicitação será avaliada caso a caso e os trabalhadores não serão punidos. A orientação foi dada pela Federação Nacional dos Bancos (Fenaban) após cobrança da Contraf-CUT, em nome do Comando Nacional dos Bancários, na segunda-feira (28/5). A solicitação foi de que os bancos abonem as ausências ocorridas devido aos problemas de abastecimento de combustível. Para a Contraf-CUT, os trabalhadores não podem ser prejudicados pelos erros de gestão do governo.


A Contraf-CUT repudia qualquer forma de pressão sobre os bancários que não conseguiram chegar aos seus locais de trabalho devido à falta de transportes coletivos, assim como pela utilização de bicicletas, ou outros veículos não motorizados. “O uso da bicicleta não é alternativa para um problema nacional de grandes dimensões. Trata-se de uma alternativa amadora, que não leva em conta a condição física e de saúde dos trabalhadores, tampouco as grandes distâncias que precisam ser percorridas para que muitos deles cheguem aos locais de trabalho”, criticou Juvandia Moreira, presidenta da Contraf-CUT.