Financiários entregam pauta à Fenacrefi e marcam negociação para 1º de julho

12


No dia 18/6, os financiários representados pela Contraf-CUT, federações e sindicatos entregaram à Federação Nacional de Instituições de Crédito, Financiamento e Investimentos (Fenacrefi), em São Paulo, a pauta de reivindicações para a campanha salarial deste ano. A primeira rodada de negociação foi marcada para dia 1º de julho.


A pauta dos financiários inclui reajuste salarial de 14,2%, correspondente à reposição da inflação, mais 5% de aumento real, combate à terceirização e ao assédio moral, fim das metas abusivas, novo modelo de PLR, incorporação dos promotores de crédito à categoria, entre outras reivindicações.


Antecipação INPC e PLR – Na mesa de negociações, os financiários reivindicaram que a reposição do INCP já entre na folha de pagamento, sem que tenha que esperar toda a negociação. Assim como os bancos, as financeiras também têm registrado altos lucros e podem atender esta demanda sem problemas.


Outra prioridade dos trabalhadores é conquistar um novo modelo de Participação nos Lucros e Resultados (PLR). Atualmente, as financeiras fazem uma antecipação de 60% do valor fixo e jogam 40% para a segunda parcela. Em 2014, os financiários conquistaram um adicional de 20% de PLR, mas a luta é aumentar este valor.