Funcionalismo aprova proposta da PLR

31

O Sindicato reuniu os funcionários do Banco do Brasil em assembléia na sexta-feira, dia 3/3, às 19h, com o objetivo de apreciar a proposta de PLR apresentada pelo banco na reunião de negociação, no último dia 22/2. Os bancários do BB no Ceará aprovaram a proposta. O modelo apresenta uma melhoria substancial na PLR.

Na última negociação, o banco concordou em manter o mesmo critério de Participação nos Lucros e Resultados (PLR) do semestre passado, que é o melhor modelo em todo o sistema financeiro nacional.

Pelo critério acatado pela empresa – conquista do funcionalismo que se mobilizou e fez greve na campanha salarial do ano passado, além do percentual e da parte fixa – o banco distribuirá mais 4% do lucro líquido de forma linear para todos os funcionários. A Comissão de Empresa calcula que somente com a distribuição dos 4% do lucro líquido, o banco pagará R$1.008,05 a cada um dos 86.646 funcionários.

Além disso, o banco pagará 40% do salário, mais um fixo de R$386,90. A parte fixa ganha um aumento de 6%, já que inicialmente o banco queria pagar apenas R$365,00.

“A presença dos companheiros do BB nesta assembléia para apreciar e aprovar o modelo foi importante, pois assim referenda o movimento sindical para formalizar com o banco a assinatura do acordo”, disse o diretor do Sindicato, Leirton Leite.

A próxima negociação está marcada para o dia 8/3, quando será discutido o PCR em construção e uma proposta para reestruturação da Cassi. Nesse encontro, a proposta da PLR poderá ser assinada e o crédito poderá ser efetuado em até 48 horas.