Funcionário do Bradesco é reintegrado pela terceira vez aos quadros do banco

20

A juíza da 5ª Vara do Trabalho de Fortaleza, Laura Anisia Moreira de Sousa Pinto, determinou a ime-diata reintegração do bancário José Pacele Teles ao quadro de funcionários do Bradesco.


José Pacele Teles foi reintegrado pela terceira vez ao banco, que duas vezes já o dispensou sem justa causa. O funcionário, ex-becista com mais de 20 anos de banco, é lotado no município de São Gonçalo do Amarante. Ele já exerceu funções de gerente e caixa executivo e foi dispensado pela primeira vez em 22 de março de 2006, pouco tempo depois de o Bradesco ter adquirido o controle do BEC. “Já fui reintegrado, dispensado, reintegrado de novo, dispensado novamente, sem que nenhum motivo me fosse apresentado pelo banco e sem que nenhuma conduta eu tenha praticado que motivasse o Bradesco a efetuar essas dispensas”, reclama o bancário. O Bradesco alega na carta demissional do funcionário apenas a “necessidade de reorganização funcional”.


“Esta vem sendo uma postura cruelmente adotada pelo Bradesco – a de demitir os ex-becistas, especialmente os que tinham mais anos de serviços prestados ao banco. Nós, do Sindicato dos Bancários, temos lutado sempre para combater mais essa injustiça e esperamos que o final da história seja este: o da reintegração do bancário ao seu local de trabalho”, afirmou o secretário de Saúde do Sindicato, Eugênio Silva, que participou do ato de reintegração de Teles.


De acordo com o diretor Bosco Mota, que também acompanhou a reintegração, “é preciso ressaltar que o Bradesco está descumprindo uma decisão judicial pois José Pacele Teles já foi reintegrado pela Justiça do Trabalho”, disse. O bancário foi reintegrado pela primeira vez em 11/6/2008 e, desrespeitando a Justiça, dispensado em 27/6/2008, dezessete dias depois de ter sido expedida a ordem judicial.