Funcionários apontam más condições das instalações do prédio do BB Praça do Carmo

11

Funcionários do Banco do Brasil denunciam as péssimas condições de conservação do prédio do BB na Praça do Carmo, no Centro de Fortaleza. Eles denunciam que o prédio está abandonado e em péssimas condições, ameaçando a integridade dos bancários que trabalham nas várias unidades do banco ali instaladas, tais como agência bancária do BB, agência empresarial, auditoria, Ajuri, Gecex, aposentados e outros. Vários pedidos de providências já foram feitos à Direção estadual do BB, inclusive à Direção Geral do banco, em Brasília. Nenhuma solução foi apontada até o momento.


Na semana anterior ao Carnaval, um objeto caiu de um dos andares superiores do prédio e danificou a central de ar condicionado geral do Banco. A má conservação do prédio do BB na Praça do Carmo é visível e exigimos uma providência urgente, pois está colocando em risco a integridade dos funcionários”, denuncia o diretor do Sindicato dos Bancários do Ceará, Bosco Mota


O prédio tem 15 andares, 10 deles estão abandonados, segundo o Sindicato dos Bancários do Ceará, e cinco são usados pela agência do Banco do Brasil, onde trabalham mais de 200 funcionários. A agência fica na Avenida Duque de Caxias. No dia 8/12, após funcionários relatarem dois tremores, o prédio teve que ser evacuado, causando pânico nos bancários. Naquele dia, os funcionários acionaram o Sindicato dos Bancários do Ceará, que foi ao local e acionou o Corpo de Bombeiros.


A situação foi controlada e a avaliação geral dos Bombeiros e CREA foi de que o motivo do tremor foi a ação de um rolo compactador usado em obras do Transfor em uma rua paralela ao banco. A máquina foi removida e as atividades da agência se normalizaram.