Funcionários cobram posição sobre mesa única

17

A Comissão Nacional dos Funcionários do BNB (CNFBNB/Contraf-CUT) se reúne com a Superintendência de Desenvolvimento Humano nesta quinta, dia 14/9, às 9h, no Passaré, para a primeira negociação da Campanha Nacional deste ano. A Comissão pretende cobrar da direção do banco uma posição oficial a respeito da participação do BNB na mesa única da Fenaban.

Na última reunião, quando foi entregue a pauta específica dos funcionários, a superintendente de Recursos Humanos, Zilana Ribeiro, informou que a direção do banco não tem nenhuma restrição a compor a mesa única de negociação, mas que precisa do aval do governo federal para posicionar-se oficialmente sobre o assunto.

“Essa é uma das nossas principais reivindicações. Queremos que o banco participe da mesa única e que assine o Acordo Coletivo simultaneamente à assinatura da Convenção Coletiva da Fenaban, para que não aconteça neste ano o que aconteceu ano passado”, ressaltou o coordenador da CNFBNB, Tomaz de Aquino, lembrando que o acordo deste ano foi assinado na mesma data da entrega da pauta específica e já no seu último dia de vigência.

A pauta específica deste ano destaca questões sobre a Camed, Capef, além da instalação do ponto eletrônico e do retorno da licença-prêmio.

Capef – Está sendo elaborado um abaixo-assinado pelos participantes ativos e assistidos da Capef, reivindicando ao Conselho Deliberativo do órgão que proceda as alterações necessárias no Estatuto da Caixa, a fim de acrescentar um cargo de diretor eleito para a caixa. Isto para atender a legislação vigente sobre previdência complementar, que dispõe que as entidades terão uma diretoria executiva composta de, no máximo, seis membros. A Capef conta com apenas três diretores. A coleta de assinatura vai até o próximo dia 15/9.

Os bancários sugerem a criação de uma única Diretoria para atuação nas áreas Administrativa e de Relação com os Participantes.